5 sinais de que seu gato pode não estar tão feliz assim

Por Dra. Kathryn Primm (do portal iHeartCats)
Tradução livre por Fernanda Francoh (Cat Care)

Foto: Flickr/TempusVolat

1. Seu gato só quer saber de dormir

Os gatos domésticos podem facilmente se entediar. Observe se o seu gato fica muito parado ou se dorme a maior parte do tempo: às vezes o que parece uma mera preguiça pode ser na verdade um certo tédio devido a pouco ou nenhum estímulo. Gatos entediados acabam ficando inativos e podem se tornar obesos com o tempo. Eles também ficam mais suscetíveis a doenças como diabetes e problemas nas articulações.

Cuide para que seu gatinho esteja ativo e se divertindo com coisas que ele gosta. Embora com o tempo e a idade os gatos tendam a diminuir o ritmo, é sempre bom ficar de olho.

2. Seu gato está muito assustado

Alguns gatos são mais predispostos a sofrer de ansiedade. Esses animais tendem a perceber as coisas no ambiente como ameaças. Encaixam-se nesse perfil os animais que se escondem em contato com desconhecidos ou urinam fora da bandeja sanitária quando veem em seu território outros animais que não conhecem.

Se você tem um gatinho ansioso, pode ser uma boa ideia protegê-lo cobrindo janelas por onde gatos desconhecidos espreitam ou perambulam e providenciar um lugar seguro onde ele possa se recolher em caso de alguma agitação ou situação de ameaça. Não é nada divertido viver com medo.

3. Seu gato vocaliza muito

Se o seu gato vocaliza pedindo comida com bastante frequência, ele pode estar na verdade querendo sua atenção. Quase sempre eles vocalizam com seus pratos de comida cheios, então realmente o que eles realmente querem não é a comida e sim você. Ao invés de servir comida pra ele, experimente simplesmente interagir ou brincar. Você é muito importante para o seu gato e ele precisa do seu tempo para se sentir feliz.

4. Atenção às necessidades básicas

Gatos não precisam de muito para se sentirem felizes: eles comem, bebem água, dormem e brincam. Isso pode variar de acordo com cada animal, mas gatos se tornam saudáveis e satisfeitos quando têm suas necessidades supridas. Se o seu gato não quer comer, ele pode estar querendo lhe dizer que não está curtindo o tipo de comida que você está oferecendo pra ele. Os gatos se desenvolveram para buscar variedade nas suas dietas, assim conseguem suprir suas necessidades nutricionais específicas. Lembrando que é sempre bom consultar a visão de um veterinário em caso de mudanças no apetite do seu animal para se assegurar de que não se trata de um problema de saúde.

5. Ouvindo a linguagem corporal

Se você reparar, seu gato está sempre expressando algo por meio da linguagem corporal. Por exemplo, se o seu gato estiver agitando o rabo e com as orelhas pra trás, ele não está confortável nem relaxado. Esses gestos podem indicar uma postura defensiva durante uma brincadeira, mas o normal é o gato relaxar depois. Se você notar que o seu gato permanece tenso com muita frequência, pode ser interessante reavaliar como está o ambiente sob a óptica do seu gato. Certifique-se de que seus animais tenham acesso a tudo que precisam e que uma atmosfera pacífica prevaleça em sua casa.

Lembre-se de que gatos precisam estar antes de tudo saudáveis para poderem estar felizes (e vice-versa), então consulte um veterinário ao menos uma vez ao ano. O cuidado preventivo deve ser incorporado às necessidades individuais e estilo de vida do seu animal. Independente do que você já tenha ouvido, os cuidados preventivos são importantes em qualquer idade e situação.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: