Arquivo da tag: castração

Viva Bicho – Associação de Proteção aos Animais

Fundada em 2003, na cidade catarinense de Balneário Camboriú, a Associação Viva Bicho de Proteção aos Animais tornou-se uma organização não governamental (ONG), gerida por um grupo de voluntários que partilham dos mesmos ideais: respeito e amor à vida animal. Em 22 de novembro de 2004, a ONG foi considerada pela Prefeitura Municipal como Serviço de Utilidade Pública.

A Viva Bicho tem como missão fazer campanhas educacionais de conscientização sobre guarda responsável e castração e também resgatar animais correndo risco de morte e maus-tratos, deixando-os em condições de adoção (castrados, desverminados e vacinados).

Em 2003, a ONG abrigava inicialmente um total de 40 animais, hoje são mais de 700. Todas as despesas para manter a estrutura administrativa, assim como seu abrigo, são custeadas por doações voluntárias, sejam elas vindas de órgãos públicos, pessoas físicas ou de empresas. Estes recursos garantem a compra de medicamentos, ração, material de higiene animal, produtos de limpeza, tratamentos veterinários, funcionários, assim como todas as necessidades diárias para manter o abrigo.

Anúncios

ULA! – União Libertária Animal

O ULA! – União Libertária Animal é um grupo autônomo, auto-gestionário, sem fins lucrativos e de trabalho voluntário. Segue uma linha abolicionista (banimento da exploração animal), compondo o Movimento de Libertação Animal. Por isso, tem uma perspectiva no âmbito sociopolítico, de transformação social, visando a legalização e legitimação dos Direitos Animais, e não apenas de proteção animal e bem-estarismo (sanitarista, assistencialista e especista).

De acordo com Tom Regan, professor emérito de Filosofia da Universidade da Carolina do Norte e um dos maiores nomes em Bioética, todos os animais sencientes (que sentem), independente da espécie, são sujeitos-de-uma-vida, e não vidas-sem-sujeito como as plantas; então, são conscientes de suas vidas e ambiente. Portanto, são sujeitos de direitos e não devem ser usados como meios para nossos fins, pois estão no mundo para suas próprias razões e isso seria a escravização desses seres.

O grupo não trabalha em prol apenas das vítimas da exploração mais visíveis aos nossos olhos, os cães e gatos; mas luta pelo fim da escravidão e crueldade contra toda e qualquer vida senciente, a fim de eliminar hábitos e atitudes especistas (preconceito e subjugação de outras espécies), defendendo o Veganismo (o boicote/não financiamento a atos e produtos que pratiquem exploração animal) como medida fundamental para o fim de toda barbárie cometida contra animais não-humanos.

O ULA é o primeiro e único grupo com essa proposta na Zona Oeste do Rio de Janeiro, atuando mais diretamente nos bairros de Campo Grande, Guaratiba e Bangu, agindo com as seguintes medidas:

CONSCIENTIZAÇÃO – expor e refletir sobre todas as formas de exploração animal que acontecem longe dos olhos da população e prover medidas individuais e coletivas para o fim destas. Isso acontece por meio de campanhas,intervenção urbana, exibição de vídeos, site informacional, panfletos informativos, participação em eventos, etc.

CASTRAÇÃO – viabilização de castrações para animais carentes, diminuindo a superpopulação e abandono, e conseqüente maus tratos e zoonoses. Além de incutir a importância e o hábito do controle populacional dos animais domésticos.

Estas são medidas de mudança social, estrutural, profiláticas, com conseqüências e benefícios permanentes.

O ULA! tem um trabalho que visa quebrar um antigo paradigma, o antropocentrismo, e mostrar à população o novo, o biocentrismo, a fim de promover uma transformação social a partir de uma consciência crítica e de uma ética transformadora. O grupo é contra toda e qualquer forma de exploração animal para benefício humano (seja para entretenimento, conforto, vestuário, alimentação, lucro, trabalho, etc.).

Queremos incentivar e incutir em cada pessoa a idéia de que a ação individual em prol dos animais e do meio ambiente é a melhor forma de mudar a realidade. Cada um pode e deve fazer a sua parte, desde pequenos atos cotidianos até grandes manifestações – só depende da própria vontade e iniciativa.

“Os valores são os seguintes: os animais têm direitos morais básicos, incluindo o direito à liberdade, à integridade física e à vida. E os compromissos? Que lutemos, não apenas por um mês ou um ano, mas sim pela vida toda, para garantirmos que um dia esses direitos sejam reconhecidos.” (Tom Regan, Prefácio à edição brasileira de Jaulas Vazias, 2005)

Todos podem se tornar membros do grupo, participando da forma que puderem e quiserem.

AILA – Aliança Internacional do Animal

A Aliança Internacional do Animal (AILA) nasceu como um Projeto de Responsabilidade Social e evoluiu para  uma entidade filantrópica não-governamental, sem fins lucrativos, com o objetivo de defesa dos Direitos dos Animais, propondo ações educativas junto às comunidades, especialmente as carentes, em todo o Brasil, oferecendo uma formação humana fundamentada no respeito à vida, em todas as suas manifestações.

Nossa causa é justa e nobre e busca incessantemente a conscientização do homem para a importância do animal (não humano) na nossa própria sobrevivência.

Como Atuamos

A entidade assume, desde sua fundação em 1999, uma postura construtiva, denunciando o desrespeito contra a dignidade dos animais, ao mesmo tempo em que propõe e desenvolve ações concretas e viáveis para solucionar os problemas identificados, protegendo os animais de ações perversas, praticadas pela sociedade.

Nossos Objetivos

Nestes 10 anos a AILA vem realizando importantes serviços, que demonstram a não aceitação do fato de protestar sem ter uma solução viável, tais como:

1. Educar a população dentro dos princípios do amor a todos os seres e do respeito à vida, bem como destacar a Posse Responsável do animal não humano.
a. Esta ação educativa inclui a conscientização do abuso que constitui a utilização de animais em experimentos.
b. Impedir e reprimir atos de crueldade, abuso ou maus-tratos contra animais.
c. Reduzir e Eliminar a prática de exposição de animais em Circos e outros eventos

2. Prestar assistência a animais domésticos abandonados, sem dono, que estejam doentes, feridos ou em situação de risco iminente, abrigando-os, tratando e buscando que sejam adotados.
3. Unidade Móvel de Esterilização e Educação – UMEE
4. Fazer cumprir o Decreto Federal 24.645/34, a Lei de Crimes Ambientais 9.605/98 e outras leis que tratam da manutenção da integridade física e psicológica dos animais.
5. Abrigo com casas-condominio para animais domésticos que vivem em grupos
6. Atendimento Clínico Veterinário a baixo custo.

Com quem Contamos

A AILA tem presente que os formadores de opinião, são uns dos melhores recursos para a conscientização espontânea de propósitos tão benéficos à sociedade. Assim mantém atualizados os contatos com Governo, Imprensa, Setor Privado, Fornecedores, Escolas, Veterinários, Entidades de Classe e Religiosas, além do Cidadão, buscando, em conjunto, soluções.

Nossos Resultados

Desde a sua fundação até janeiro de 2009, o AILA abrigou, esterilizou, animais, resgatou  e conseguiu adoção de milhares de cães e gatos. Além disso, foram efetuadas consultas clinicas e cirurgias em animais da população carente e animais resgatados das ruas pela entidade.

Ila Franco
Presidente da AILA

OBA! – Organização Bem-Animal

A Organização Bem-Animal (OBA!) é uma entidade sem fins lucrativos e de caráter social, atuante na região da Grande Florianópolis (SC) e formada por pessoas como você, que amam os animais e que arregaçam as mangas para tornar este mundo possível!

Os voluntários da OBA! acreditam que, para resolver, ou ao menos amenizar questões envolvendo abandono e maus-tratos de animais, é necessário um grande investimento em educação e controle da população de animais domésticos – feitos através da castração de cães e gatos.

A dobradinha educação/castração propicia o desenvolvimento de reflexão – e consequente ação – voltada à solidariedade, criando condições para que a relação dos homens para com os animais se dê com base no respeito à vida.

Como em um efeito cascata, a consciência adquirida por meio da educação incentiva as pessoas a estenderem o respeito a outros animais, como aqueles que são explorados em circos, torturados em pesquisas para desenvolvimento de cosméticos etc.

Por acreditarem na conscientização e sensibilização de crianças e adolescentes em relação a todos os animais e ao meio-ambiente os voluntários da OBA! vêm ministrando palestras educativas em escolas e desenvolvendo atividades educativas e lúdicas em eventos, contribuindo para a formação de uma relação harmoniosa e ética desses jovens com todos os seres vivos e o mundo que os cerca.

Para concretizar ações em benefício dos animais a OBA! confecciona produtos personalizados: camisetas, agendas, adesivos, sabonetes artesanais e xampus (que não utilizam produtos de origem animal em sua formulação e nem são testados em animais). Através da venda de artigos e da parceria com veterinários, desenvolvemos um programa mensal de castrações de cães e gatos errantes (que vivem nas ruas), ou que estejam sob a guarda de pessoas de baixa renda.

A OBA! não recolhe animais, nem possui abrigos e trabalha justamente para que o mundo não precise dessas instituições! Nunca mais!