Arquivo da tag: guarda responsável

Adote um focinho carente

Adote um focinho carente é o resultado do esforço e dedicação de protetoras independentes de São Paulo que resgatam animais e encaminham para adoção. Atuando na Zona Norte de São Paulo, o grupo disponibiliza cães e gatos para adotantes responsáveis e amorosos. Entre no site para conhecer esse belo trabalho e quem sabe adotar um amigo! É possível ainda contribuir com os custos das protetoras comprando um item com tema animal na Loja do site.

Gatinhos de toda parte

Os gatinhos divulgados no blog Gatinhos de toda parte estão a procura de um lar. Procuram pessoas dispostas a amá-los, que lhes ofereçam tratamento veterinário regularmente e lhes deem um lar seguro, sem acesso à rua. As informações sobre os gatinhos contidas nos anúncios são de responsabilidade exclusiva do doador.

Adote um Orelhudo!

A Adote um Orelhudo é uma ONG localizada em Florianópolis, SC, e tem um sonho: que todos os coelhos recebam o respeito e o amor que merecem. Na realidade, não existem Fadas que lhes protegem, mas apenas os nossos cuidados, as nossas mãos, o nosso empenho, o nosso amor. Ajude-nos a salvar e cuidar quem não foi amado e respeitado. Una-se a nós para dar uma nova vida a quem por muito tempo foi negligenciado e tratado como um objeto esquecido. Não existem Fadas, apenas as nossas mãos e o nosso coração para mudar o destino de dezenas de coelhos que sofreram e foram abandonados.

Seja um voluntário pela causa dos coelhos! Você pode ajudar doando rações, contribuindo com as castrações, adotando um coelho virtualmente (doando um valor mensal para pagar as despesas com alimentação e veterinário), cuidando de coelhos até sua adoção.

GPA – Grupo de Proteção aos Animais

A Organização Não-Governamental GPA – GRUPO DE PROTEÇÃO AOS ANIMAIS é uma entidade sem fins lucrativos, que tem por objetivo apoiar e desenvolver ações para a defesa, elevação e manutenção da qualidade de vida e garantir os direitos dos animais, através de campanhas educativas.

O GPA procura conscientizar a população de modo geral para que todos compreendam e tomem atitudes, já que os animais são seres sencientes e assim sofrem diante de abandono e maus-tratos.

Trabalhar pelo bem estar de animais em Manaus por meio de atividades de educação e conscientização, visando à diminuição de maus-tratos e de seu abandono nas vias públicas, atuando em conjunto com entidades públicas e privadas e tendo em vista a guarda responsável.

O GPA não recolhe animais, nem possui abrigos e trabalha justamente para que o mundo não precise dessas instituições! Nunca mais!

NEAFA

Fundado em agosto de 2003, o NEAFA é uma OSCIP, organização da sociedade civil de interesse público, sem fins lucrativos, formada por voluntários e colaboradores que contribuem com dinheiro, doações, tempo e habilidades para diminuir a quantidade de animais abandonados e minimizar o sofrimento de animais de rua.

Visando à diminuição do abandono de animais, o NEAFA realiza a ¨ponte¨ entre interessados em adotar e pessoas que desejam doar animais.

Além dos animais que se encontram na sede do Núcelo para adoção, o NEAFA possui um cadastro de pessoas que tenham interesse em doar animais, bem como o de pessoas que desejam certo tipo de bichinhos de estimação. Assim, faz a “ponte” entre esses públicos.

Você pode visitar a sede do NEAFA, ligar para o Núcleo para se informar sobre os animais disponíveis para adoção ou, no próprio site, ter acesso a esse cadastro (Adoção).

Para adotar um animalzinho, por meio do NEAFA, você precisa entrar em contato com o Núcleo. Lá, será realizada uma pequena entrevista e você preencherá um Termo de Adoção. Esse procedimento é gratuito.

Os animais que são encaminhados para adoção pelo NEAFA já são vermifugados e esterilizados. Os que, por algum motivo, ainda não tiverem sido castrados, apenas são adotados com o compromisso do dono de levar para a cirurgia de esterilização assim que isso for possível.

Todos os animais adotados no NEAFA passam a ter 1 ano de atendimento clínico veterinário no Núcleo, incluindo vacinação e demais procedimentos médicos que forem necessários.

A adoção é um ato de amor ao animal e de muita responsabilidade. Pense nisso antes de adotar um animalzinho.

SOZED

A SOZED foi fundada em 24 de novembro de 1969 por um grupo de pessoas preocupadas com os direitos dos animais. Elas se reuniram e decidiram criar uma entidade na qual pudessem esclarecer a todos os seus ideais. Sendo assim, definiram seu objetivo principal, que é mantido até os dias de hoje: acabar com o abandono e os maus tratos em animais.

Desde aquele dia, a SOZED vem lutando para conscientizar as pessoas do valor que cada animal tem. O caminho sempre foi longo e difícil. São muitos cães e gatos que vemos sofrer violência humana. São muitas as atrocidades que acompanhamos ao longo de nossa trajetória. A realidade é triste, mas é exatamente esse o nosso foco para mudanças.

Muitas pessoas confundem os propósitos da SOZED. Não somos uma entidade recolhedora de animais abandonados. Nós cuidamos de animais de rua para disponibilizá-los para adoção. Essa é a nossa grande intenção. Nós possibilitamos o encontro de pessoas e bichos, somos meros intermediários.

Por ser uma organização sem fins lucrativos, a SOZED tem sérios problemas para prosseguir. O que a mantém até hoje é a força e o carinho de cada voluntário e de cada associado. Aqueles que amam os animais e reivindicam seus direitos como seres-vivos reconhecem a importância da SOZED nessa luta.

A SOZED também conta com veterinários que, além de cuidarem dos animais recolhidos, realizam consultas a preços populares. O dinheiro é revertido em medicamentos e materiais para que possamos continuar nosso trabalho. Por não ter fins lucrativos, a SOZED cobra valores simbólicos e bastante acessíveis a todos, inclusive à população de baixa renda. Nosso objetivo se basta em ajudar os animais.

Viva Bicho – Associação de Proteção aos Animais

Fundada em 2003, na cidade catarinense de Balneário Camboriú, a Associação Viva Bicho de Proteção aos Animais tornou-se uma organização não governamental (ONG), gerida por um grupo de voluntários que partilham dos mesmos ideais: respeito e amor à vida animal. Em 22 de novembro de 2004, a ONG foi considerada pela Prefeitura Municipal como Serviço de Utilidade Pública.

A Viva Bicho tem como missão fazer campanhas educacionais de conscientização sobre guarda responsável e castração e também resgatar animais correndo risco de morte e maus-tratos, deixando-os em condições de adoção (castrados, desverminados e vacinados).

Em 2003, a ONG abrigava inicialmente um total de 40 animais, hoje são mais de 700. Todas as despesas para manter a estrutura administrativa, assim como seu abrigo, são custeadas por doações voluntárias, sejam elas vindas de órgãos públicos, pessoas físicas ou de empresas. Estes recursos garantem a compra de medicamentos, ração, material de higiene animal, produtos de limpeza, tratamentos veterinários, funcionários, assim como todas as necessidades diárias para manter o abrigo.

ULA! – União Libertária Animal

O ULA! – União Libertária Animal é um grupo autônomo, auto-gestionário, sem fins lucrativos e de trabalho voluntário. Segue uma linha abolicionista (banimento da exploração animal), compondo o Movimento de Libertação Animal. Por isso, tem uma perspectiva no âmbito sociopolítico, de transformação social, visando a legalização e legitimação dos Direitos Animais, e não apenas de proteção animal e bem-estarismo (sanitarista, assistencialista e especista).

De acordo com Tom Regan, professor emérito de Filosofia da Universidade da Carolina do Norte e um dos maiores nomes em Bioética, todos os animais sencientes (que sentem), independente da espécie, são sujeitos-de-uma-vida, e não vidas-sem-sujeito como as plantas; então, são conscientes de suas vidas e ambiente. Portanto, são sujeitos de direitos e não devem ser usados como meios para nossos fins, pois estão no mundo para suas próprias razões e isso seria a escravização desses seres.

O grupo não trabalha em prol apenas das vítimas da exploração mais visíveis aos nossos olhos, os cães e gatos; mas luta pelo fim da escravidão e crueldade contra toda e qualquer vida senciente, a fim de eliminar hábitos e atitudes especistas (preconceito e subjugação de outras espécies), defendendo o Veganismo (o boicote/não financiamento a atos e produtos que pratiquem exploração animal) como medida fundamental para o fim de toda barbárie cometida contra animais não-humanos.

O ULA é o primeiro e único grupo com essa proposta na Zona Oeste do Rio de Janeiro, atuando mais diretamente nos bairros de Campo Grande, Guaratiba e Bangu, agindo com as seguintes medidas:

CONSCIENTIZAÇÃO – expor e refletir sobre todas as formas de exploração animal que acontecem longe dos olhos da população e prover medidas individuais e coletivas para o fim destas. Isso acontece por meio de campanhas,intervenção urbana, exibição de vídeos, site informacional, panfletos informativos, participação em eventos, etc.

CASTRAÇÃO – viabilização de castrações para animais carentes, diminuindo a superpopulação e abandono, e conseqüente maus tratos e zoonoses. Além de incutir a importância e o hábito do controle populacional dos animais domésticos.

Estas são medidas de mudança social, estrutural, profiláticas, com conseqüências e benefícios permanentes.

O ULA! tem um trabalho que visa quebrar um antigo paradigma, o antropocentrismo, e mostrar à população o novo, o biocentrismo, a fim de promover uma transformação social a partir de uma consciência crítica e de uma ética transformadora. O grupo é contra toda e qualquer forma de exploração animal para benefício humano (seja para entretenimento, conforto, vestuário, alimentação, lucro, trabalho, etc.).

Queremos incentivar e incutir em cada pessoa a idéia de que a ação individual em prol dos animais e do meio ambiente é a melhor forma de mudar a realidade. Cada um pode e deve fazer a sua parte, desde pequenos atos cotidianos até grandes manifestações – só depende da própria vontade e iniciativa.

“Os valores são os seguintes: os animais têm direitos morais básicos, incluindo o direito à liberdade, à integridade física e à vida. E os compromissos? Que lutemos, não apenas por um mês ou um ano, mas sim pela vida toda, para garantirmos que um dia esses direitos sejam reconhecidos.” (Tom Regan, Prefácio à edição brasileira de Jaulas Vazias, 2005)

Todos podem se tornar membros do grupo, participando da forma que puderem e quiserem.

AILA – Aliança Internacional do Animal

A Aliança Internacional do Animal (AILA) nasceu como um Projeto de Responsabilidade Social e evoluiu para  uma entidade filantrópica não-governamental, sem fins lucrativos, com o objetivo de defesa dos Direitos dos Animais, propondo ações educativas junto às comunidades, especialmente as carentes, em todo o Brasil, oferecendo uma formação humana fundamentada no respeito à vida, em todas as suas manifestações.

Nossa causa é justa e nobre e busca incessantemente a conscientização do homem para a importância do animal (não humano) na nossa própria sobrevivência.

Como Atuamos

A entidade assume, desde sua fundação em 1999, uma postura construtiva, denunciando o desrespeito contra a dignidade dos animais, ao mesmo tempo em que propõe e desenvolve ações concretas e viáveis para solucionar os problemas identificados, protegendo os animais de ações perversas, praticadas pela sociedade.

Nossos Objetivos

Nestes 10 anos a AILA vem realizando importantes serviços, que demonstram a não aceitação do fato de protestar sem ter uma solução viável, tais como:

1. Educar a população dentro dos princípios do amor a todos os seres e do respeito à vida, bem como destacar a Posse Responsável do animal não humano.
a. Esta ação educativa inclui a conscientização do abuso que constitui a utilização de animais em experimentos.
b. Impedir e reprimir atos de crueldade, abuso ou maus-tratos contra animais.
c. Reduzir e Eliminar a prática de exposição de animais em Circos e outros eventos

2. Prestar assistência a animais domésticos abandonados, sem dono, que estejam doentes, feridos ou em situação de risco iminente, abrigando-os, tratando e buscando que sejam adotados.
3. Unidade Móvel de Esterilização e Educação – UMEE
4. Fazer cumprir o Decreto Federal 24.645/34, a Lei de Crimes Ambientais 9.605/98 e outras leis que tratam da manutenção da integridade física e psicológica dos animais.
5. Abrigo com casas-condominio para animais domésticos que vivem em grupos
6. Atendimento Clínico Veterinário a baixo custo.

Com quem Contamos

A AILA tem presente que os formadores de opinião, são uns dos melhores recursos para a conscientização espontânea de propósitos tão benéficos à sociedade. Assim mantém atualizados os contatos com Governo, Imprensa, Setor Privado, Fornecedores, Escolas, Veterinários, Entidades de Classe e Religiosas, além do Cidadão, buscando, em conjunto, soluções.

Nossos Resultados

Desde a sua fundação até janeiro de 2009, o AILA abrigou, esterilizou, animais, resgatou  e conseguiu adoção de milhares de cães e gatos. Além disso, foram efetuadas consultas clinicas e cirurgias em animais da população carente e animais resgatados das ruas pela entidade.

Ila Franco
Presidente da AILA

OBA! – Organização Bem-Animal

A Organização Bem-Animal (OBA!) é uma entidade sem fins lucrativos e de caráter social, atuante na região da Grande Florianópolis (SC) e formada por pessoas como você, que amam os animais e que arregaçam as mangas para tornar este mundo possível!

Os voluntários da OBA! acreditam que, para resolver, ou ao menos amenizar questões envolvendo abandono e maus-tratos de animais, é necessário um grande investimento em educação e controle da população de animais domésticos – feitos através da castração de cães e gatos.

A dobradinha educação/castração propicia o desenvolvimento de reflexão – e consequente ação – voltada à solidariedade, criando condições para que a relação dos homens para com os animais se dê com base no respeito à vida.

Como em um efeito cascata, a consciência adquirida por meio da educação incentiva as pessoas a estenderem o respeito a outros animais, como aqueles que são explorados em circos, torturados em pesquisas para desenvolvimento de cosméticos etc.

Por acreditarem na conscientização e sensibilização de crianças e adolescentes em relação a todos os animais e ao meio-ambiente os voluntários da OBA! vêm ministrando palestras educativas em escolas e desenvolvendo atividades educativas e lúdicas em eventos, contribuindo para a formação de uma relação harmoniosa e ética desses jovens com todos os seres vivos e o mundo que os cerca.

Para concretizar ações em benefício dos animais a OBA! confecciona produtos personalizados: camisetas, agendas, adesivos, sabonetes artesanais e xampus (que não utilizam produtos de origem animal em sua formulação e nem são testados em animais). Através da venda de artigos e da parceria com veterinários, desenvolvemos um programa mensal de castrações de cães e gatos errantes (que vivem nas ruas), ou que estejam sob a guarda de pessoas de baixa renda.

A OBA! não recolhe animais, nem possui abrigos e trabalha justamente para que o mundo não precise dessas instituições! Nunca mais!